Desfile de cavalarianos e extinção da chama encerram Festejos Farroupilhas

Foto: Sérgio Galvani

Com uma farta programação elaborada pela Prefeitura de Bagé, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, a Semana Farroupilha foi encerrada na tarde desta terça-feira (20), no Parque do Gaúcho. Os eventos tiveram muito sucesso e já deixaram saudades entre os bageense, com a expectativa para 2023.

Pela manhã, mais de 1500 cavalarianos desfilaram pelas avenidas Tupy Silveira e Sete de Setembro, divididos em 32 entidades tradicionalistas. O público lotou as mais de 15 quadras por onde passaram os cavalarianos, principalmente nas centrais. Com trajes típicos ou não, aplaudiram a passagem dos homens, mulheres e crianças que integraram o evento.
“Um desfile histórico com uma multidão de cavalarianos e a população em massa. Vimos o respeito à nossa tradição, ao nosso hino e à história dos nossos antepassados. Bagé é um culto à tradição e um esteio de todos os gaúchos”, declarou o prefeito Divaldo Lara, que também integrou uma das entidades e desceu à cavalo as principais vias centrais da cidade.
A secretária de Cultura, Faustina Campos, falou sobre o desafio de liderar a pasta neste momento importante da tradição gaúcha. “Momento maravilhoso porque todo o trabalho realizado em conjunto com as entidades deu certo”, destacou.
O marceneiro Denisser Paz dos Santos foi um dos cavalarianos a participar do evento e comentou. ““A gente viver estes momentos rememora nossos ancestrais. Temos uma alegria enorme em poder compartilhar com amigos a participação neste dia consagrado. O dia do gaúcho é o principal depois de muito tempo de preparação”, explicou.
Assistindo ao desfile, a professora Jaqueline de Oliveira aprovou. “Achei bonito, o pessoal está todo caracterizado e demonstram orgulho da nossa cultura”, considerou.

Finalizando

À tarde, uma série de shows foi propiciada para os bageenses que lotaram o Parque do Gaúcho. Muita música, dança, gastronomia e diversão pode ser aproveitada pelas milhares de pessoas que foram prestigiar as festividades.
Às 18h em ponto, como de praxe, a chama foi extinta.

Foto: Sérgio Galvani