Serviço de Atenção Integral à Sexualidade realiza primeira formatura do projeto Ecosais

Foto: Audrin Quadros

Nesta sexta-feira (16), o Governo Municipal, por meio do Serviço de Atenção Integral à Sexualidade (SAIS), realizou, no ginásio da escola São Pedro, a formatura dos alunos da Escola Maria de Lourdes Molina, que participaram do projeto Ecosais.

O projeto piloto foi realizado com alunos do oitavo e nono anos, com o objetivo de levar informações aos adolescentes sobre sexualidade, mudanças corporais, infecções sexualmente transmissíveis, gravidez na adolescência e métodos preventivos.
Segundo a coordenadora do Serviço, Priscila Lara, a Escola Molina é a primeira a participar do projeto. Foram aplicadas aulas didáticas em dois turnos ao longo de um mês, sempre às segundas-feiras, atendendo a oitenta alunos.
“Tenho certeza de que esses adolescentes saem daqui com outra visão e sabendo se proteger.
Esse projeto foi construído com amor maternal, pois foi pensando no meu filho e nos filhos de outras pessoas, com o objetivo de prevenir e levar saúde para nossos adolescentes, ressalta Priscila.
” Esse projeto é de extrema importância, pois além de levar informações sobre como se proteger contra diversas doenças, também orienta a todos sobre gravidez na adolescência, o que é um fato muito difícil de lidar e que presenciamos diariamente na saúde”, relata o Secretário de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, Michelon Apoitia.
A equipe do SAIS também já aplica o projeto na Escola Espírito Santo, com alunos do ensino médio.
O objetivo é levar o Ecosais a todas as escolas que desejam participar.
Texto: Josiane Carvalho