Governo Municipal conclui implantação de rede de água na Serrilhada

Foto: Cristiane Pereira

Nesta sexta-feira (16), o Governo Municipal, por meio do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb), entregou a implantação de 1.900 metros de rede para a comunidade de Serrilhada. A obra contempla 29 residências no lado brasileiro que nunca tiveram abastecimento de água por encanamento.

 “A gente está muito contente, porque precisamos da água para tudo. Faz muito tempo que estamos esperando por isso. Estou muito agradecida, de coração, a todos que ajudaram”, afirmou a moradora Kelly Romero, uma das beneficiadas. Como a Serrilhada é localizada nas fronteiras do Departamento uruguaio de Rivera e dos municípios brasileiros de Bagé e Dom Pedrito, a iniciativa é um acordo entre as três cidades. O Daeb foi responsável pela mão-de-obra e pelo material e fará, sempre que necessário, a manutenção da rede. Já a Prefeitura de Dom Pedrito cedeu uma retroescavadeira e a Obras Sanitárias del Estado (OSE), empresa pública de saneamento do Uruguai, irá fornecer a água tratada.
  Segundo o diretor do Daeb, Franco Alves, este acordo binacional é muito importante e histórico. “Nos relataram que muitas pessoas até foram embora desta localidade por causa da falta de água. Então, esta obra vai trazer uma evolução para a Serrilhada, pois a água significa tudo: desenvolvimento, crescimento, saúde”, destaca Alves. O gerente regional da OSE, do Uruguai, Engenheiro Pablo Decoud, também acredita ser um fato histórico, que une os dois países. “Estamos em tratativas há mais de dez anos para poder beneficiar a comunidade que é somente uma. Desde 2009 temos uma represa do lado uruguaio e uma estação de tratamento de água que tem capacidade operativa para suprir, também, a demanda do lado brasileiro”, explica.
Para o prefeito Divaldo Lara, esta é mais uma obra que visa a trazer qualidade de vida à população bageense. “O abastecimento de água representa saúde, crescimento para a nossa economia e melhorias para a população. Estamos muito felizes por entregar essa obra histórica para a comunidade da Serrilhada”, afirma.
Texto: Cristiane Pereira