Coronavírus: Prefeitura realiza coletiva de imprensa e atualiza sobre cenário municipal

Foto: Paulo Batista

A Prefeitura de Bagé promoveu uma coletiva de imprensa para responder os principais questionamentos sobre a Covid-19 na cidade e atualizar as informações. O encontro foi realizado nesta terça-feira (16) na página oficial do governo municipal no Facebook, em um grupo do WhatsApp (Sala de Imprensa) e presencialmente no salão Nobre. No enfrentamento da crise, a Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, o Comitê Municipal de Enfrentamento ao coronavírus e a 7ª Coordenadoria Regional de Saúde resolveram que novas medidas serão adotadas no próximo decreto com retorno de algumas determinações.

O prefeito Divaldo Lara ressaltou o fato de que a população aderiu ao isolamento quando foi solicitado, mas neste momento é preciso não afrouxar: “É preciso reforçar a medida preventiva e não sair de casa, apenas quando for indispensável”. Dentro do contexto, o chefe do Executivo mencionou que a região está contaminada, mas em Bagé a situação está controlada, significando que o vírus que circulava no município foi combatido. Porém, Bagé foi classificada com a bandeira na cor laranja pelo governo estadual, o que significa risco médio. “Toda a linha de transmissão do caso zero, que serviu de contaminação de várias pessoas que foram positivas e estão em nosso relatório, foi vencido. Não tivemos nenhum óbito em nossa cidade. O que nos preocupa é a contaminação que vem de fora, de quem pode trazer para cá uma nova linha de transmissão, por isso as medidas e protocolos de segurança sanitária são fundamentais”, frisou.

Divaldo não descartou situação de “lockdown”, expressão em inglês de tradução livre “confinamento total” , o que significaria voltar à estaca zero, por irresponsabilidade de algumas pessoas que não entenderam que é necessário cumprir os protocolos de saúde: “portanto, em Bagé, serão mantidos os mesmos protocolos de segurança, pois o mundo vive uma crise de saúde pública e que coloca em risco a vida de todos. Ter um comportamento maduro e racional é fundamental nesse momento”.

A secretária de Saúde, Deise Quadros, afirmou que a situação na cidade está controlada, inclusive sendo monitorada diariamente e explica que a mudança de bandeira amarela para laranja se dá pela classificação de indicadores, que tiveram um número crescente nos últimos dias devido a realização de testes rápidos por uma empresa particular, sendo pacientes que estão assintomáticos e não estão em fase de transmissão. “Pedimos a ajuda da população para que as medidas sanitárias sejam cumpridas e isso é tarefa de todos, não somente do poder público, mas de cada indivíduo, como o uso de máscaras, a higienização das mãos e o distanciamento social, extremamente necessário neste instante”, reforçou.

Já para o coordenador da 7º CRS, Ricardo Necchi, as pessoas não estão mais mobilizadas, o que favoreceu o crescente caso de infectados nas últimas semanas e lembrou que Bagé já esteve no ranking das 10 cidades do Brasil em números de contaminados pelo coronavírus, sendo a cidade gaúcha, do interior do Estado, com maior contaminação. Necchi enfatizou que as medidas aplicadas pela administração municipal foram elaboradas no sentido de incentivar a conscientização da comunidade a respeito dos cuidados que são necessários para evitar a proliferação do vírus. “A primeira batalha foi vencida. Queremos é que as pessoas entendam que elas são parte da solução deste grande problema e isso significa ter consciência de que a permanência em casa e o afastamento social são fundamentais neste momento. E, que em caso de saída, sejam adotados todos os cuidados higienização”, declarou.

O coordenador do Centro de Operações de Emergência (COE) e do Comitê de Enfrentamento ao coronavírus, Mário Mena Kalil, salientou a importância da manutenção das restrições, como o distanciamento social, e demais protocolos de higienização recomendados pelos órgãos de saúde, devido a atual situação de alerta da cidade. “A região está doente, casos em cidades vizinhas estão aparecendo em números rápidos e até óbitos, como em Hulha Negra e Dom Pedrito. Então nós temos que tomar uma atitude de reforçar a importância de que as pessoas enxerguem o afastamento social como uma necessidade”, pontuou.

Algumas das medidas que serão retomadas pelo Governo e adiantadas na coletiva, estão: retorno das barreiras sanitárias, desinfecção de áreas centrais e distribuição de 10 mil máscaras em pontos centrais, com a disponibilização de álcool em gel para higienização de mãos. Outras determinações estarão disponíveis no novo decreto municipal que deve ser divulgado até o final desta terça.

 

Dados atualizados da Covid-19 em Bagé:
Até o momento são 93 casos confirmados: 93 recuperados, 04 descartados, 10 suspeitos e 2114 negativos.