Prefeitura esclarece motivo da mudança em cor de bandeira de risco da Covid-19

Neste sábado (13), a cidade de Bagé teve alteração, pela Secretaria Estadual de Saúde, na cor da bandeira de risco de Covid-19 de amarela para laranja. Apesar de causar um estranhamento na populaçao local, a nova indicação é regional e não somente do município e contabiliza o período dos últimos 15 dias.

A Prefeitura de Bagé, através da Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, informa que, na data de hoje (13 de junho de 2020), ocorreu um óbito na cidade de Hulha Negra. Além disso, Bagé não atende somente casos ou suspeitas locais, mas de toda região. Atualmente, duas pessoas estão internadas em leitos clínicos e duas na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), que ainda não obtiveram a confirmação e estão aguardando o resultado do exame.

Outro motivo, são os exames realizados de forma particular, o que alavancou o número de casos confirmados em Bagé para 78 no total e o estado analisa e monitora todos estes fatores para determinar o risco. Após o anúncio, o governador do estado, Eduardo Leite, frizou que, mesmo com esta modificação, não haverá nenhuma mudança brusca para a região da Fronteira.

O prefeito Divaldo Lara fala sobre o tema: “Desde o primeiro momento tomamos todas medidas necessárias para controlar o avanço deste vírus em Bagé. Com muito trabalho e empenho de uma grande equipe, obtivemos êxito até agora e seguiremos totalmente atentos à situação, mudando nossa postura a cada novo acontecimento, seja para flexibilizar ou para tomarmos novas medidas mais rígidas”, garantiu.

“Não é motivo para pânico, é apenas uma alerta, mas basta a população respeitar as medidas sanitárias já estipuladas e seguir cooperando com a utilização de máscara, inclusive nas ruas e higienização das mãos, além de evitar aglomerações”, esclareceu a secretária de Saúde, Deise Quadros.