Coleta imediata de exame deve agilizar atendimento na UPA

Foto: Divulgação

A partir de agora, as coletas de sangue e urina dos pacientes da Unidade de Pronto Atendimento (UPA- 24h) passa a ser realizada no instante em que é solicitado o exame. O acordo foi firmado, nesta quarta-feira (10), entre a secretária de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, Deise Quadros, e o proprietário do laboratório Bionálise, Aid Odeh Mustafa Shamaa, que presta o serviço para a unidade, com o objetivo de reduzir o tempo de espera para os pacientes.

O prefeito Divaldo Lara destaca que a saúde é uma prioridade da administração. “Já avançamos muito na saúde pública do nosso município e vamos avançar muito mais. Saúde é coisa séria e ela é prioritária para nossa gestão para que possamos construir um novo caminho para Bagé”, diz.
De acordo com Deise, essa era uma demanda antiga da população para que os exames fossem coletados assim que solicitados, não precisando aguardar os horários certos em que o laboratório iria até a UPA. “A partir de agora, assim que o paciente chega na unidade, independente de ser emergência ou não, imediatamente o prestador de serviço é acionado, oferecendo maior agilidade e brevidade nas coletas e resultados dos exames proporcionando, assim, melhor atendimento à população”, destacou. A secretária informou ainda que, das 8h às 16h, as coletas eletivas ou de emergência são de responsabilidade do Laboratório Municipal Breno Gasparri. Já das 16h até às 8h, as análises são realizadas pelo Bioanálise.

Antes da pandemia, a UPA registrava uma média de 5 mil exames por mês. Atualmente, são realizadas cerca de 3 500 mil coletas mensais. E os exames eram coletados de duas e duas horas, com exceção das emergências.