Prefeitura adota novas estratégias para Campanha contra a Influenza

Foto: Paulo Batista

Durante a manhã desta quinta-feira (26), mais de 200 profissionais da Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência, trabalharam em mais uma etapa da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Diante da pandemia relacionada ao novo coronavírus, o Governo Municipal adotou novas estratégias para a realização da vacina, que foram realizadas através de agendamento por telefone nas unidades para vacinação em domicílio e também no esquema “drive-thru” de vacina, onde o idoso é vacinado sem descer do veículo, evitando contato com outras pessoas. Essa ação aconteceu no Complexo Esportivo Presidente Médici.

Ao total, 3 400 doses foram aplicadas nesse segundo dia de vacinação no município, que havia antecipado a campanha para o último sábado (21), onde cinco mil idosos e profissionais da saúde foram imunizados, público-alvo neste primeiro momento.

Conforme o secretário de Saúde, Mário Mena Kalil, as medidas visam proteger os idosos, neste primeiro momento, e impedir a aglomeração. “A campanha de vacinação acontece até 22 de maio, período que antecede o início do inverno. Temos tempo hábil para vacinar e proteger toda a população. Os idosos não precisam correr para as unidades agora, nem queremos que eles vão para as unidades. Fiquem em casa que iremos agendar a imunização de todos. As equipes estão prontas para realizar esse trabalho durante toda a Campanha. Temos que evitar aglomerações”, afirmou.

Segundo a coordenadora municipal de imunizações, Tatiana Miranda, a busca pela vacina foi intensa, porém as equipes estão atuando para conscientizar a população a ter um pouco mais de tranquilidade e evitar aglomerações nas Unidades de Saúde, pois o município não recebeu ainda todas as doses que estão previstas. A meta, de acordo com a coordenadora, é vacinar 26 489 idosos.

“Estamos no início da nossa campanha, solicitando incessantemente ao Governo Estadual que, na oportunidade, nos forneça mais doses de vacina e vamos continuar a busca pelo nosso público prioritário que são os idosos e trabalhadores da saúde, que correspondem ao público desta primeira etapa”, pontuou Tatiana.

O prefeito Divaldo Lara também comentou que os pontos estratégicos montados para vacinação, para atender essa demanda, evitaram a aglomeração típica nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). “É mais um método para minimizar a circulação viral entre nossos idosos e evitar os outros vírus da influenza que também são perigosos. Nossas equipes da Saúde estão trabalhando muito para que nossa meta seja alcançada e que todo esse público esteja devidamente imunizado”,finalizou a chefe do Executivo.

Influenza
Também conhecida como gripe, a Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. Se não for tratada a tempo, a gripe pode causar complicações graves e levar à morte, principalmente nos grupos de alto risco. A vacinação que imuniza a população na rede pública é trivalente, ou seja, que protege contra três tipos de Influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B.

Assim como no caso da Covid-19, a transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir e espirrar. Também se dá pelas mãos que, após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz.