Seinfra faz balanço de investimentos em iluminação pública

Fotos: Rodrigo Sarasol

O Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra), presta contas à comunidade sobre as melhorias realizadas em iluminação pública no ano de 2019. O secretário da pasta, Jorge Duarte, informa que, no ano passado, três caminhões foram adquiridos com dinheiro da Contribuição para Iluminação Pública (CIP), dois com cesto para iluminação e um, com cabine dupla, para carregar material e os trabalhadores.

Os números mostram um trabalho intenso nesta área. Foram 2,4 mil atendimentos em manutenção de rede, mais de quatro mil lâmpadas trocadas e 2,7 mil relés. Foram substituídos 401 bases, 473 conectores, 104 luminárias, 238 metros de cabos e mais de 592 metros de fios.

Duarte explica que os valores não eram suficientes para manutenção. “Agora, com o reajuste, será possível investir ainda mais em melhorias. Já equipamos algumas praças com lâmpadas de LED e continuaremos fazendo esta substituição”, explicou o titular da pasta.

Desde o início da gestão, foram 16 mil consertos de iluminação, entre os anos de 2017, 2018 e 2019.

Entenda o reajuste

A Contribuição para Iluminação Pública (CIP), criada em 2002 e que nunca havia sido reajustada, sofreu uma majoração tendo em vista os elevados custos do parque, que desde 2004 não passava por nenhuma modernização. É necessário lembrar que o município precisa pagar a conta da iluminação, os investimentos em manutenção do parque de iluminação e os custos que, ao longo deste tempo, se elevaram muito e se tornaram deficitários.

O valor da contribuição pode variar de acordo com o que o contribuinte consumir. Até então, era aplicado um percentual único para todos e a tabela foi elaborada para deixar mais justa a contribuição de todos. Quanto mais Kw/mês, maior será a contribuição de acordo com a tabela. Como os valores cobrados não são mais percentuais, e sim um valor fixo, foi necessário reajustar, pois os custos aumentaram e não cobrem o valor que o município precisa pagar. Tudo isso, para que se possa investir em melhorias no município. O centro da cidade, da Avenida Sete de Setembro até o presídio pela Dr. Pena, teve todas as lâmpadas trocadas por brancas.

Por dia, são realizados 40 atendimentos, em média. Lâmpadas de led foram instaladas na Praça Esporte e da Estação, proporcionando momentos de lazer às famílias bageenses. A cidade está iluminada, depois de mais uma década sem ter o parque de iluminação revitalizado (as últimas melhorias haviam sido realizadas em 2004) e hoje conta com mais de 14 mil pontos, fora as praças e prédios públicos.

A nova tabela traz maior transparência porque o consumidor saberá quanto irá pagar todos os meses, tendo em vista que ela prevê até oito faixas de consumo por cada classe. Essas faixas deverão ser ampliadas na classe residencial. O desconforto gerado às residências deverá ser passageiro, pois a Prefeitura está tensionando a CEEE para ampliar o número de faixas e, com isso, tornar a cobrança cada vez mais justa.

Canais de reclamação

A Seinfra disponibiliza os seguintes canais para registro de reclamações: telefones 3240 5181 e 32405194, além da página da Secretaria no Facebook.