Prefeitura realiza primeiro encontro com NBPA para transição do serviço de proteção dos animais  

Foto: Paulo Batista

Na tarde desta sexta-feira (14), a Prefeitura de Bagé realizou a primeira reunião com a diretoria do Núcleo Bageense de Proteção Animal (NBPA) para definir os detalhes iniciais para a transição de serviços de cuidados aos animais em Bagé, que a partir do dia 30 passa a ser gerido integralmente pelo Executivo.

O encontro ocorreu no Centro de Atenção aos Cães de Rua, onde atualmente são mantidos cerca de 150 animais. Por parte do Governo Municipal estiveram presentes a coordenadora de Convênio da Prefeitura, Suzel Medina, a integrante da equipe deste mesmo setor, Yara Ustarroz e Guiomar Colares, que será a responsável pelas atividades e comandará a equipe a partir de julho.

Segundo Suzel, este encontro foi necessário para o reconhecimento do canil, verificação de quantos animais são mantidos no espaço, situação clínica deles e quais necessitam de cuidados especiais. “Fizemos um levantamento conjunto e uma troca de informações, que é essencial para mantermos a excelência no trabalho que o Núcleo sempre realizou”, declarou a responsável pelos convênios.

Guiomar também falou sobre a reunião. “Pela primeira vez tivemos acesso ao lugar que vamos administrar em breve. Foi feita uma interação e conversamos sobre os próximos passos e como atuaremos no local”, falou a futura coordenadora do serviço.

Miréia Bezerra, secretária adjunta da OAB-Bagé, também esteve presente na reunião e acompanhou a conversa por se tratar de uma questão de saúde pública que interessa a toda comunidade bageense.

A Prefeitura reitera que não está assumindo o Núcleo, que é uma instituição independente. A responsabilidade da Coordenadoria de Bem Estar Animal serão os serviços até então prestados pela Ong.

Relembre

Durante o mês de abril, o Governo Municipal e o Núcleo Bageense de Proteção aos Animais (NBPA) negociaram valor para a continuação do convênio que se encerra no dia 30 de junho deste ano. Diante da negativa do núcleo em aceitar o valor de R$ 720 mil ao ano, proposta pela Gestão Municipal, a Prefeitura assume a execução de todos os serviços prestados pela entidade na área de bem-estar animal, com a ex-presidente da instituição e protetora de animais Guiomar Colares, equipe de servidores e voluntários.
O Núcleo solicitou, inicialmente, que o valor fosse aumentado para R$ 996 mil ao ano (R$ 83 mil mês) e posteriormente reduzidos para R$ 900 mil ao ano (R$ 75 mil/mês), montantes que foram estudados pela Secretaria de Economia, Finanças e Recursos Humanos (Sefir), mas devido a ter que pagar mais que o dobro no valor dos precatórios todos os meses e ter realizado aumento em 50% no vale alimentação dos servidores públicos, foi decidido que este repasse seria inviável neste momento e a contraproposta de R$ 720 mil por ano do Governo Municipal foi mantida e também não aceita pelo NBPA.

Além disso, a Prefeitura também apoia, por intermédio de convênio,  outras entidades que proporcionam saúde, assistência social e esporte aos cidadãos.

Fotos: Paulo Batista