Prefeitura muda sistema de gerenciamento de frotas

Desde janeiro, a Prefeitura Municipal mudou o sistema de manutenção da frota de veículos do município. O processo antigo era realizado por meio de licitação e a empresa vencedora fazia a manutenção de todos os veículos até o término do contrato. Com o vencimento do último contrato, o poder público optou por modificar a modalidade de contratação.
Com isso, desde janeiro, a Prefeitura aderiu a um Ato de Registro de Preço, por meio da empresa Ticket Log, de Canoas. O contrato atual prevê a prestação de serviço de gerenciamento de frotas. Tudo funciona por meio de um sistema no qual é cadastrado o histórico e necessidade de cada veículo. A partir daí, a empresa faz orçamento com quatro oficinas, possibilitando um melhor aproveitamento dos recursos.
Todas as oficinas da cidade podem ser credenciadas, conforme explica o responsável pela Comissão Especial de Licitações, Armandino Ferreira. “Quem desejar se credenciar pode buscar informações junto à Secretaria, ou diretamente pelo site da empresa”, explica, referindo-se à Secretaria Municipal de Gestão Planejamento e Captação de Recursos (Geplan), que coordena o processo.
As vantagens, segundo aponta o secretário da pasta, Eduardo Deibler, é a redução de custos e maior controle e fiscalização a respeito do serviço utilizado. “Queremos fazer tudo da forma mais transparente possível, com total lisura no processo, combatendo qualquer possibilidade de corrupção”, destaca, referindo-se a investigações de irregularidades detectadas em gestões anteriores.
O prefeito Divaldo Lara destacou a otimização do processo. “Com este novo sistema temos mais segurança e garantia de melhores preços, além de total transparência, que é um dos nossos objetivos principais em todas as nossa ações”.
Os custos mensais com manutenção com veículos e máquinas giram na casa dos R$ 300 mil.