Governo Municipal trabalha para executar ‘Projeto Calçada Legal’

O Governo Municipal, por meio das secretarias de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos (Geplan); Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDI); Segurança e Mobilidade Urbana (SSM); Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano (Seinfra) e Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa (Semapa), está realizando o estudo para a aplicação do projeto Calçada Legal em Bagé. De acordo com o titular da Geplan, Eduardo Deibler, a proposta prevê a revitalização das calçadas do município, além da implantação da calçada verde e piso tátil, assegurando mobilidade urbana à população.

“Bagé possui incalculáveis calçadas por onde os moradores precisam circular quando vão ao trabalho, às compras, à escola, ao lazer, enfim, quando saem de casa. Esses espaços, que chamamos formalmente de passeio público, tem a função de possibilitar que os cidadãos possam ir e vir com liberdade e segurança”, destaca Deibler.

Os gestores envolvidos na execução do programa informam que a Prefeitura iniciará as atividades pelos passeios situados em frente aos prédios públicos e praças, além da limpeza e desobstrução dos locais. A ideia é que o projeto seja expandido para toda a área urbana, onde os proprietários de imóveis serão notificados caso descumpram as normas que serão estabelecidas.

Também está sendo agendada para os próximos dias, uma reunião com entidades de classe, com o intuito de mobilizar o setor a integrar às ações do projeto, que vai ser executado com o auxilio do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Condema), respeitando as normas do Código Municipal de Arborização.

Para o prefeito Divaldo Lara, os passeios públicos têm a obrigação de cumprir o seu papel de possibilitar que qualquer cidadão possa transitar com facilidade e segurança. “Nossa comunidade precisa caminhar pela cidade sem nenhuma dificuldade, sem ter de transpor nenhum obstáculo. Por isso, desenvolveremos esse programa que vai contribuir para uma Bagé mais democrática, que respeita a diversidade humana”, enfatizou o chefe do executivo.