Arquivo Público recebe doação da Cruz Vermelha de Bagé

Foto: Divulgação

O Arquivo Público Municipal Tarcísio Taborda recebeu nesta semana a doação de diversas documentações pertencentes a Cruz Vermelha de Bagé. Entre os materiais recebidos, constam clipagens, atas, fotografias, diplomas, entre outros. A doação foi feita pelo Major Jorge Sidnei Rodrigues de Ávila.

Conforme o diretor Cláudio Lemieszek, no legado ainda consta o livro ata de 1917/1918 da fundação da Cruz Vermelha Bageense, que foi criada 22 anos antes da filial Estadual do Rio Grande do Sul e que mantinha entre as suas prioridades prestar socorro aos feridos de guerra, combate à tuberculose e capacitação de enfermeiros.

Lemieszek disse que a doação é muito importante para ampliar a contribuição da história do município. “Essa doação, assim como outras já feitas, favorecem para que o Arquivo possa exercer sua finalidade de conservação da história local”, acrescenta.

Breve Histórico
A primeira diretoria da Cruz Vermelha em Bagé foi formada pelo Dr. José Francisco de Freitas, Dr. Lybio Vinhas, Dr. Antonio Cantera. Ao total, 40 senhores e 56 senhoras são considerados Sócios Fundadores.
Por iniciativa de Sônia Alcalde, as atividades da Cruz Vermelha iniciaram novamente no ano de 1996. Em 1998, o Major Jorge Sidnei Rodrigues de Ávila, tornou-se o presidente da filial de Bagé da Cruz Vermelha Brasileira.